Clique aqui para voltar à página inicialhttp://www.novomilenio.inf.br/cubatao/clendas.htm
Última modificação em (mês/dia/ano/horário): 05/21/16 20:33:14
Clique aqui para voltar à página inicial de Cubatão

Cubatão tem muitas histórias curiosas para contar, muitas delas estreando agora na forma digital. Como estas:

[001 a 050] [051 a 100] [101 a 150]

Veja:   Clique nos números ou nos títulos:
[001] Cinco milênios de história
[002] Ana Pimentel iniciou o ciclo do açúcar
[003] Ponte coberta marcava o entreposto
[004] A bomba e o dirigível
[005]* O geômetra veneziano
[006] Os cinco Manoéis e a memória legislativa
[007]* Billings & Borden
[008]* Curtume iniciou o polo industrial
[009] Segurança nacional definiu o local da RPBC
[010]* Cosipa aumentou a importância do polo
[011] Origem: rancho grande ou precipício? (e outros topônimos cubatenses)
[012] As histórias do seu Evaristo
[013] Três apitos na noite
[014]* O vale da morte e da vida
[015] Marco Zero sumiu por quatro anos
[016]* A casa do principal escritor
[017]* Vila Socó
[018]* Cidade ensinou o Brasil a manejar petróleo
[019]* Curupira e Boitatá passeiam pela região
[020] No tempo do batuque dos tropeiros
[021] Trem não é cabrito
[022] O cordel dos nordestinos
[023] Nos toques da capoeira
[024] Junho é tempo de festa
[025] Do Entrudo ao Carnaval (desde João Ramalho)
[026] Landicha, Cachinguelo e outros personagens
[027]* As origens da siderúrgica
[028]* Combustível sobe a serra, no oleoduto
[029] Um pouso nos caminhos do planalto paulista
[030]* De porto indígena a fazenda geral
[031] Região empobreceu com o ciclo do ouro
[032] Caminhos para o apogeu
[033]* Aterrado só beneficiou São Paulo e Santos
[034]* De Cubatão a Santos... por água
[035] Um sonho do mineralogista José Bonifácio
[036]* Cubatão, por Afonso Schmidt
[037] O sapo e seu largo
[038] Histórias da principal avenida
[039]* Padroeira é Nossa Senhora da Lapa
[040] Serrando de cima o Município de Porto Geral
[041] Marzagão: um morro à venda
[042]* Montes de conchas contam a pré-história
[043] Indo trabalhar em Cubatão... pelos rios
[044] Curiosidades do primeiro censo
[045] Minuto de silêncio para o Largo do Sapo
[046] Tinha cheiro de enxofre e estava no bananal
[047] Perderam um televisor às 3 da manhã
[048] As cubatenses
[049] Uma ferrovia em Pilões
[050] As ferrovias da Usina Henry Borden
  051 a 100      
[051] Locomotivas já foram presas de guerra
[052]* O fim das antigas casas da Vila Fabril?
[053] Jardim entre indústrias vai chegando ao fim
[054]* As polacas e seu cemitério cubatense
[055] Uma falha geológica sob a cidade
[056] Serra cubatense inspirou Castro Alves
[057] Quando a refinaria se tornou de fato brasileira
[058]* Água, antes de chegar às torneiras
[059] E os mortos fazem uma procissão...
[060]* Uma capela para os lázaros no sopé da Serra
[061]* Chá evitou a Independência em Cubatão
[062] Libertação dos escravos assinada em Cubatão
[063] Modernismo começou em 1910, em Cubatão
[064] Como José Bonifácio descreveu Cubatão
[065]* Os cinco Manuéis dos Açores
[066] Uma história de pescador
[067] Pinel de burro
[068] A vila da usina Henry Borden
[069] O irmão de leite de D. Pedro II
[070] 1956: surge o primeiro parque infantil
[071] No lugar das bananas, aço e petróleo
[072] A praça do jamboleiro
[073]* Um tango para a Vila Parisi
[074]* Martim Afonso em Cubatão
[075]* Cubatão e os caminhos da Serra do Mar
[076] Schmidt e a marcha abolicionista em Cubatão
[077] Longo caminho da barreira à capela e à cidade
[078]* Por uma questão de segurança
[079] Povoado mudou várias vezes de endereço
[080] Nos tempos de Paulo Eiró
[081] Quando D. Pedro II passou pela vila
[082] Jesuítas brigaram pelo seu monopólio
[083]* Geisel inaugurou ampliação da Cosipa em 1978
[084]* O maior engavetamento na Via Anchieta
[085] Brasilino e o flare da Refinaria
[086] O bairro das bananas
[087] Os emancipadores são dez
[088]* A chegada dos fertilizantes
[089] O urubu perneta e o lixo bom da Refinaria
[090]* Cubatão em várias épocas
[091]* Casos de polícia
[092]* Animais passeiam pela política municipal
[093] Onde a altitude é que define o endereço
[094] A ponte do Casqueiro e a Abolição
[095] História(s) de Dona Nenê
[096]* Carnaval cubatense
[097] Oriente próximo
[098] Quando os PXs salvaram a cidade
[099]* Tragédia na Vila dos Pescadores
[100]* A História Econômica de Cubatão por Joaquim Miguel Couto
  101 a 150      
[101]* Jesuítas: da Fazenda Geral à expulsão
[102]* Itutinga-Pilões
[103] Histórias do Rio Cubatão
[104] Maracangalha
[105] A história de Trescoco... e do Ambientolino
[106]* Autoridades visitam Cubatão...
[107]* Rádio e TV em Cubatão
[108]* Esperança, na pauta desta associação
[109] As travessuras do fujão Nino
[110] Cubatão tem mar, sim...
[111] As ninfas do Nei
[112]* Visitantes, de lugar muito, muito distante...
[113]* Lazer em Cubatão: as (novas) opções
[114]* Esporte cubatense: futebol e muito mais
[115] Um curtume, um paisagista e um comunista
[116]* Um viaduto politizado
[117] Bandeirantes, no tempo dos buracos
[118] Piaçagüera, fechada pela Light. Em 1947
[119] O Anacoluto Cubatão
[120] Nazistas queriam sabotar a hidrelétrica
[121] Presidente açougueiro
[122] A Rua das Pernas Grossas (e outras)
[123] A Bruxa da Ponte
[124]* Imprensa cubatense
[125] Mangue, moeda da Esperança
[126] 1975: Bebê-diabo assusta a cidade
[127]* Avenida de muitos endereços (e paisagens)
[128] Trem húngaro: avião sobre trilhos, em 1989
[129] Receitas de pão pelo chef Nei Serra
[130]* Um dragão no autorama do Casqueiro
[131] Cubatão nas cartas dos leitores... em 1827
[132] E um arco-íris noturno virou notícia, em 1855
[133]* Onde eram os antigos portos cubatenses
[134]* O maior engavetamento na Via Imigrantes
[135] Um raio verde no céu cubatense
[136]* Cinema em Cubatão
[137] Cultura em Cubatão
[138] Guerrilha e guerrilheiros em Cubatão
[139] E o diabo já não joga sinuca
[140] Histórias do Rio Casqueiro
[141] Burros, jegues e os povoadores de Cubatão
[142] As histórias graúdas de Miúdo, o Severino
[143] Cosipa ia criar um bairro operário
[144] Acampamentos do D. E. R. na Serra do Mar
[---] E vem muito mais por aí...

* (séries de matérias)

 Conheça também as histórias de  [São Vicente]

 [Bertioga]  [Guarujá]  [Praia Grande] e [Santos]

 

 Veja:  [Fotos antigas de Cubatão - e os filmes!]

             [Cartografia de Cubatão]        [Geografia]

             [Os dirigentes de Cubatão]           [UEPEs]

             [Cultura e Esportes na Baixada Santista]

             [Vias de Cubatão:  história e localização]

 

 Biblioteca Digital Novo Milênio: Clique na imagem: >>>>>

Clique para ir à página das emissoras de rádio

QR Code - Clique na imagem para ampliá-la.

QR Code. Use.

Saiba mais

COPIE: Clique na imagem para obter o livro
Disponível para cópia grátis

COPIE: Clique na imagem para obter o livro
Disponível para cópia grátis

COPIE: Clique na imagem para obter o livro
Disponível para cópia grátis