Clique aqui para voltar à página inicialhttp://www.novomilenio.inf.br/santos/h0107z2.htm
Última modificação em (mês/dia/ano/horário): 04/06/09 11:32:04
Clique na imagem para voltar à página principal

HISTÓRIAS E LENDAS DE SANTOS - CINEMA
O cinema em Santos (28)

Leva para a página anterior
Matéria publicada no jornal santista A Tribuna, na sexta-feira, 27 de janeiro de 2009 (página A-7):


Situado na orla, Cine Arte é opção para quem aprecia um bom filme

Foto: Irandy Ribas, publicada com a matéria

 

CULTURA

Cine Arte mostra o que não passa nas salas comerciais

Sandro Thadeu

Da Redação

Se você está interessado em assistir a uma produção cinematográfica que não seja norte-americana e que valorize filmes bem feitos de outros países, geralmente ignorados nas salas comerciais de cinema, Santos tem o local ideal: o Cine Arte Posto 4, localizado na avenida da praia.

Idealizado por intelectuais da Cidade e inaugurado em 8 de novembro de 2001, o lugar em pouco tempo se tornou uma referência cultural na região. A sala de projeções leva o nome do jornalista Rubens Ewald Filho, em homenagem ao crítico santista da sétima arte, que escreve semanalmente em A Tribuna.

Ao completar 10 anos de atividades, o local reformulou a sua programação, passando a exibir produções do cinema alternativo de diversos países, como França, Portugal, Rússia, Espanha, Índia, Irã, Japão e outros. A partir de então, foram assinadas parcerias com associações e entidades para a realização de mostras temáticas.

Climatizado, o local possui 48 lugares, som ambiente e sanitários. Bilheteria funciona a partir das 15 horas. As sessões acontecem sempre às 16 horas, 18h30 e 21 horas.

O valor do ingresso é de R$ 3,00 (inteira) e R$ 1,50 (estudantes, maiores de 60 anos e menores de 18, com apresentação do RG e professores da rede estadual de ensino. O titular assinante de A Tribuna paga R$ 1,00, se apresentar o RG.

Terra Vermelha - Até quinta-feira, estará em cartaz o filme Terra Vermelha, uma produção conjunta de Brasil e Itália, que concorreu ao Leão de Ouro no Festival de Veneza, no ano passado.

O longa-metragem retrata os dilemas dos índios Guarani-Kaiowás, do Mato Grosso do Sul, na luta por território. A trama mostra a crise provocada pelo suicídio de duas jovens índias, devido ao desespero de uma aldeia confinada, sem opções econômicas ou profissionais para seus habitantes. Para buscar uma solução, o cacique Nádio guia o povo para retomar suas terras, ao lado do rio.

A partir de sexta-feira, entra em cartaz o drama Delírios, filme que conta a história de Les, um fotógrafo de celebridades que busca uma imagem que o transformará em notícia. O diretor da produção, Tom DiCillo, ganhou a Concha de Prata, além do prêmio de roteiro e o Signis Award de originalidade no Festival de San Sebastián, na Espanha, em 2006.

Serviço - O Cine Arte Posto 4 fica na Avenida Vicente de Carvalo, s/nº, ao lado do canal 3, Gonzaga, em Santos. Informações e reservas pelo telefone 3288-4009. Mais informações podem ser obtidas no site www.portal.santos.sp.gov.br/cine/news.php.

Leva para a página seguinte da série